Baraúna/PB, 10 de Dezembro de 2017

24/11/2017 - Redator(a): Ismael Ferreira

Assistência social faz reunião no Mendes para orientar sobre benefícios


Foto/Imagem:

Na última terça-feira (21), a prefeitura Municipal de Baraúna por meio da Secretaria de Assistência Social do Município reuniu as famílias beneficiárias do programa Bolsa Família da zona rural do município.

Com objetivo de prestar esclarecimentos e passar informações sobre as condicionalidades do programa; averiguações, BPC, Criança Feliz, Carteira do idoso, Tarifa social, Abono do Governo do Estado e outros assuntos do Governo Federal.

No encontro as famílias tiraram suas dúvidas e justificaram o descumprimento dos compromissos. O encontro contou com a presença da Secretária Municipal de Assistência social Austryanee Jerônimo, Gestor Municipal do Programa Bolsa Família Marcos Suel, Técnicos do Cadastro Único e Bolsa Família, Rubinho, Raimilson, Elissane, Ligia, Emanuela, Denys e Rosângela, Agentes de saúde Sabrina e Lidiane.

"Para nós, esses encontros são importantes para esclarecermos as dúvidas, mas principalmente para lembrarmos as famílias sobre a responsabilidade que se tem de manter seus filhos na escola e fazer o acompanhamento familiar com a saúde. É um direito do cidadão ter acesso a esses equipamentos, mas também é dever das famílias cumprir as condicionalidade do programa Bolsa família cumprir com essa tarefa básica. Neste ano de 2017 estamos muito mais atentos a essas famílias, com o objetivo de cumprir com nossas responsabilidades enquanto gestores, mas principalmente para garantir qualidade de vida para essas famílias", falou Marcos Suel.

O evento também contou com participação do grupo Raizes, projeto da escola de Música do Munícipio, responsabilidade do Maestro Anselmo, alunos dos programas sociais que deixaram todos alegres e felizes com o magnífico repertório.

 

O QUE SÃO CONDICIONALIDADES?

As condicionalidades são os compromissos assumidos tanto pelas famílias beneficiárias do Bolsa Família quanto pelo poder público para ampliar o acesso dessas famílias aos seus direitos sociais básicos. Por um lado, as famílias devem assumir e cumprir esses compromissos para continuar recebendo o benefício. Por outro, as condicionalidades responsabilizam o poder público pela oferta dos serviços públicos de saúde, educação e assistência social.

Na área de saúde, as famílias beneficiárias assumem o compromisso de acompanhar o cartão de vacinação e o crescimento e desenvolvimento das crianças menores de sete anos. As mulheres na faixa de 14 a 44 anos também devem fazer o acompanhamento e, se gestantes ou nutrizes (lactantes), devem realizar o pré-natal e o acompanhamento da sua saúde e do bebê.

Na educação, todas as crianças e adolescentes entre seis e 15 anos devem estar devidamente matriculados e com frequência escolar mensal mínima de 85% da carga horária. Já os estudantes entre 16 e 17 anos devem ter frequência de, no mínimo, 75%.